Foreign Poetry

Discos

VIDEOS

AGENDA

fOTOS

Os Foreign Poetry são Moritz Kerschbaumer (austríaco a viver em Londres há mais de uma década) e Danny Geffin (londrino a viver em Brighton). Ambos compositores e multi-instrumentistas, conheceram-se em Londres em 2011 quando partilharam o palco do Ritzy, em Brixton. Moritz fazia parte da banda de Walter Benjamim (projecto do português Luís “Benjamim” Nunes) e Danny Geffin integrava os Geffin Brothers.

[+]

Não existem discos

Foreign Poetry

Discos

VIDEOS

AGENDA

fOTOS

Não existem videos

Não existem eventos

FOTOS

-

Foreign Poetry
disco image
Foreign Poetry

01 de set 2017

Palco do Quintalão Rua Rasquinho, 18 - 8000-416 Faro

PARIS

do album “Saudade de Você - Real Combo Lisbonense às voltas com Carmen Miranda”

Image
Festival RTP da Canção 2017
Image
Cinema São Jorge (foto: João Paulo Wadhoomall)
Image
Cinema São Jorge (foto: João Paulo Wadhoomall)
Image
"Why don't we do it in the road?" concertos na rua
Foreign Poetry

Discos

VIDEOS

AGENDA

fOTOS

Os Foreign Poetry são Moritz Kerschbaumer (austríaco a viver em Londres há mais de uma década) e Danny Geffin (londrino a viver em Brighton). Ambos compositores e multi-instrumentistas, conheceram-se em Londres em 2011 quando partilharam o palco do Ritzy, em Brixton. Moritz fazia parte da banda de Walter Benjamim (projecto do português Luís “Benjamim” Nunes) e Danny Geffin integrava os Geffin Brothers.

Os Foreign Poetry nasceram a partir de uma primeira colaboração entre os dois músicos: um EP (que nunca chegaria a ser editado) com canções de Danny Geffin, produzido por Moritz Kerschbaumer. A partir dessa experiência a colaboração evoluiu para uma troca de ideias musicais entre os dois. Durante cerca de um ano, entre o Inverno de 2016 e o final do Verão de 2017, Moritz e Danny foram trabalhando à distância, com sessões de estúdio mais ao menos a um ritmo mensal. No final deste período, a dupla tinha o esqueleto de um álbum. Em Outubro de 2017, os dois músicos passaram uma semana nos estúdios da Pataca Discos, em Lisboa, para completarem a seu primeiro trabalho de originais.

O disco de estreia dos Foreign Poetry contém meditações sobre práticas espirituais fora de moda, tensões de fervor político divisional, reflexões sobre o endoutrinamento da juventude ao deixar a adolescência, os efeitos da experiência tecnológica na condição humana e o medo de voar. No que diz respeito aos temas centrais do que significa estar vivo, o conteúdo do álbum é tão abstracto quanto específico.

[-]